Atualidade

esta em: Inicio Atualidade 

ATUALIDADE

Os onze pontos em comum que tem um jogador de futebol e um vendedor

Existe uma grande semelhança entre o mundo do futebol e as empresas

 

Para Javier Fuentes Merino, CEO de Grupo Venta Proactiva: “Em primeiro lugar, há que ter em conta que tanto um comercial como um jogador não nascem, fazem-se. A atitude, em ambos os indivíduos, è uma componente fundamental, sendo que se possuírem certos atributos básicos ajuda ao seu desenvolvimento.

Cristiano Ronaldo é um exemplo claro, pois conta com umas ótimas faculdades físicas e psíquicas, que foram sendo aperfeiçoadas ao longo dos anos mediante treino, preparação, direção e prática.

Pontos em comum de um jogador de futebol e um vendedor

Diante deste cenário, pode-se afirmar que o golo está para o futebol como a venda está para a empresa. Para a sua execução existem alguns factores prévios que se devem cumprir, tais como, a formação, o trabalho em equipa, a eficaz direção, entre outros, que fazem do desportista e do profissional de vendas um binômio perfeito.

 

Seleção e recrutamento. O rendimento de um jogador nos campeonatos internacionais, como o Campeonato do Mundo ou da UEFA, são o cenário perfeito para ser contratado pelas melhores equipas. Este mercado de transferências é o mesmo que ocorre nas empresas, com a contratação de los melhores vendedores ou diretores comerciais.

 

Treino e Formação. A formação contínua é a garantia de êxito e de crescimento numa empresa, incluindo a manutenção na cúpula diretiva. As sessões de treino dos jogadores têm como característica, fundamentalmente, a constância e a técnica, para manter a equipa nos primeiros lugares da classificação.

 

Trabalho em equipa. A semelhança entre a equipa comercial e a equipa de futebol é total, em ambos atribuem-se uma zona, que dirigidos pelo capitão ou pelo chefe de vendas deverão alcançar os objetivos traçados.

 

Estratégia. Os planos estratégicos das empresas não se diferenciam muito das jogadas e tácticas preparadas antes de uma partida de futebol. Aqui é onde se demonstra as valias e capacidades de cada jogador ou vendedor em saber executar a estratégia traçada pelo diretor ou seu equivalente no  âmbito desportivo, o treinador.

 

Prémios e retribuições. As comissões de vendas são um dos principais factores de motivação para um comercial, igual que os prémios por partida ganha a um jogador. A retribuição em espécie, como automóveis e viagens, são também elemento comum em ambas profissões.

 

Vigiar de perto a concorrência. As equipas rivais que jogam na mesma tabela da liga ou no campeonato europeu, são as empresas que competem no mesmo sector e as que os vendedores tem que enfrentar diariamente, vigiando os seus preços, planos e promoções. É como ver uma partida entre duas equipas rivais, para observar os pontos fortes e debilidades.

 

Envolvência favorável ou desfavorável. Uma má arbitragem é para um jogador, o mesmo que para um vendedor uma subida de IVA no seu produto, por exemplo. São elementos com os quais devem contar ambos profissionais e em que a experiência retorna um resultado eficaz.

 

Liderança. Um grande jogador pode também ser um grande líder. São aquelas pessoas que tem capacidade de levar a sua equipa a dar a volta a uma partida; no  caso de uma empresa, é aquele chefe de vendas que converte o rácio de negativo para positivo.

 

Imagem internacional. Atualmente, existem quadros diretivos portugueses responsáveis do departamento comercial de empresas cujo âmbito de atuação abarca amplas zonas geográficas como é o caso dos EMEA. A equivalência no futebol, são aqueles jogadores de equipas nacionais que são reconhecidos nos países mais recônditos do mundo.

 

Clientes fieis e adeptos. Um cliente fiel volta sempre e isto tem muito a ver em como o vendedor desenvolve a sua atividade,  de igual modo ocorre com os bons jogos de futebol, estes criam uma grande afeição ás suas equipas.

 

A jogada e o argumento de vendas. Não existe maior semelhança entre uma jogada iniciada desde a área do guarda-redes até chegar ao golo e o inicio, desenvolvimento e fecho de uma venda. Nestes momentos é onde se demonstra a profissionalidade e preparação de ambas pessoas no exercício da sua profissão.

 

Javier Fuentes Merino, CEO de Grupo Venta Proactiva

Encontrará este artígo no seguinte link

Fonte:  Equiposytalento.com